Autores:

Luiz Pacheco

Nasceu em Lisboa em 1925 e faleceu no Montijo em 2008.

Difícil de definir, de quase tudo o apelidaram: poeta maldito, libertino, excêntrico, excessivo... era sobretudo um desalinhado; com a vida, com os outros, com as regras e muitas vezes consigo próprio. Os seus escritos têm um forte cariz auto-biográfico.

Publicou inúmeros artigos em vários jornais e revistas, fez críticas sarcásticas e impiedosas, denunciou plágios e, na sua ´Contraponto', publicou nomes proibidos ou políticamente incorrectos.

Luiz Pacheco
Textos Malditos - vendido

Textos Malditos - vendido

25.00€
de Luiz Pacheco
Descrição: Capa suja, miolo em bom estado ...
ver mais detalhes
« anterior | 1 | seguinte »
a1